O médico legista, Renato Garcia Wernersbach, foi cassado pelo Conselho Regional de Medicina do Tocantins (CRM-TO) cuja decisão foi acompanhada e aprovada pelo Conselho Federal de Medicina (CFM) em grau de recurso. A cassação do exercício profissional foi respaldada por infração aos artigos 23, 38 e 40 do Código de Ética Médica (Resolução do CFM nº 1931/2009).

Wernersbach que teve seu registro profissional cassado no dia 20 de fevereiro de 2015 .

Aviso de Privacidade
Nós usamos cookies para melhorar sua experiência de navegação no portal. Ao utilizar o Portal Médico, você concorda com a política de monitoramento de cookies. Para ter mais informações sobre como isso é feito, acesse Política de cookies. Se você concorda, clique em ACEITO.