O Tocantins recebeu, no último domingo, 58 médicos cubanos que fazem parte do Programa Mais Médicos, do Governo Federal. Eles atuarão em 40 cidades do interior e nos polos do Distrito Sanitário Indígena de Santa Fé e Tocantínia. Outros três profissionais que compõe os 61 médicos desta etapa chegam ao Estado durante esta  semana.

 

Até agora são 101 médicos do Programa que estão atuando em 57 municípios e nos cinco polos do Distrito Sanitário Indígena (Formoso do Araguaia, Tocantinópolis, Tocantínia, Santa Fé e Itacajá).

 

O programa Mais Médicos foi lançado em julho deste ano com o objetivo de ampliar o número de médicos nas regiões carentes do país.

 

O Conselho Regional de Medicina do Tocantins (CRM-TO) deixa claro que não há resistência ao trabalho dos intercambistas no Estado do Tocantins. O desejo da entidade é que o governo faça uso do Revalida, exame criado pelos ministérios da Educação e da Saúde para simplificar o processo de reconhecimento de diplomas de medicina emitidos por instituições de ensino estrangeiras. (Com informações da Sesau).

Aviso de Privacidade
Nós usamos cookies para melhorar sua experiência de navegação no portal. Ao utilizar o Portal Médico, você concorda com a política de monitoramento de cookies. Para ter mais informações sobre como isso é feito, acesse Política de cookies. Se você concorda, clique em ACEITO.