A grande quantidade de vagas de medicina no Tocantins é uma preocupação do Conselho Regional de Medicina (CRM-TO) que vem observando que a qualidade na estrutura dos cursos e formação dos alunos não acompanham a quantidade. Atualmente os seis cursos existentes no Estado e localizados nas cidades de Palmas, Araguaína, Porto Nacional e Gurupi colocam no mercado de trabalho cerca de 500 novos profissionais.

Que médicos estão sendo formados pelas faculdades de medicina do Tocantins? É a pergunta que tem ecoado no CRM-TO, pois a entidade vem observando que faltam hospitais escolas, muitos estudantes atendem pacientes sozinhos,sem a supervisão de professores/preceptores, faltam vagas para residências, as instituições em sua maioria são particulares, cobram altas mensalidades e preço nem sempre quer dizer qualidade.

O CRM-TO entende também que essa discussão é importante pois a formação do médico é fundamental na qualidade do atendimento a população. A entidade explica que é a favor da formação responsável e qualificada de médicos, e deixa claro que a discussão é deveras pontual, pois, a medicina não é balcão de negócios, mas sim um sacerdócio, com deveres éticos morais, humanos e científicos.

Não vamos deixar que a qualidade do ensino fique em segundo plano. O CRM-TO é a favor da medicina como sacerdócio e não como negócio. 

Aviso de Privacidade
Nós usamos cookies para melhorar sua experiência de navegação no portal. Ao utilizar o Portal Médico, você concorda com a política de monitoramento de cookies. Para ter mais informações sobre como isso é feito, acesse Política de cookies. Se você concorda, clique em ACEITO.