Em quantidade de fiscalizações realizadas, o departamento do Conselho Regional de Medicina do Tocantins (CRM-TO), conquistou o primeiro lugar na região norte e nordeste e quarto lugar nacional, em números de fiscalizações executadas, conforme o Sistema de Integração Nacional do Conselho Federal de Medicina (CFM). Aqui foram 158 fiscalizações realizadas só neste ano.

O resultado demonstra a preocupação do CRM-TO em melhorar o atendimento da saúde no Estado, pois o departamento fiscaliza estrutura, equipamentos, condições de trabalho oferecidas ao médico para atuar, qualidade no atendimento, quantidade de paciente por médico, tudo isso quando corrigido leva conseqüentemente melhorias a população.

Em 2015 segundo o departamento houve um avanço na atuação, com a criação do processo de fiscalização. Após a visita da equipe, é instaurado o referido processo, ocasião em que é enviado ofício apontando as irregularidades conforme resoluções/leis com o prazo de 30 dias para correção de problemas, não havendo ajustes é dada prorrogação por igual período, sanadas as irregularidades é arquivado o processo, a não correção dos problemas poderá acarretar em processo ético profissional.

Visita PR

Em setembro equipe do departamento de fiscalização do CRM Paraná esteve no Tocantins para trocar experiência devido aos bons resultados do Estado. “Aqui vimos que o departamento está agindo dentro de uma proposta nacional que padroniza as ações de fiscalização, aqui são engajados, por isso quisemos vir ver”, ressaltou o médico chefe do departamento de fiscalização do Paraná, Elísio Lopes Rodrigues, na visita técnica acompanhado do médico fiscal Jun Hirabayashi e do agente de fiscalização George Nader Corol. 

Aviso de Privacidade
Nós usamos cookies para melhorar sua experiência de navegação no portal. Ao utilizar o Portal Médico, você concorda com a política de monitoramento de cookies. Para ter mais informações sobre como isso é feito, acesse Política de cookies. Se você concorda, clique em ACEITO.