secretario

Entidades Médicas do Tocantins  na última reunião, no dia 31,  com secretário estadual de Saúde, Luiz Antônio da Silva Ferreira, cobraram respostas sobre contratações e a situação dos plantões extras do HGP – Hospital  Geral de Palmas.

Durante a reunião funcionários da Secretaria de Saúde esclareceram que o corte dos plantões extras se deu porque eles eram lançados aleatoriamente no sistema e que agora estão sendo organizados.

Os médicos do HGP esperam um posicionamento da instituição para reeorganizar os plantões.   Na ocasião ficou decidido que dos quatro meses de atraso dos pagamentos dos plantões extras, a Secretaria de Saúde fará o pagamento de um mês, podendo pagar até dois, mas a resposta final será dada em nesta quarta-feira (6), durante novo encontro das entidades com o secretário da Sesau.  O que ainda deixa os profissionais insatisfeitos e desacreditados.

Durante a reunião o presidente do CRM-TO Tomé Rabelo falou que o sonho das entidades e do CRM-TO é falar bem da saúde. “O confronto é prejudicial, nunca foi uma boa política, mudanças de governo não nos interessa, a saúde tem que caminhar independente. Estou preocupado com as escalas este mês queremos resolver”, salientou Rabelo.

A presidente do Simed-TO, Janice Painkow, expôs que as entidades não querem denegrir a imagem da saúde querem sim, caminhar por um mesmo objetivo, a saúde de qualidade e de respeito.

 

secretario 2

Aviso de Privacidade
Nós usamos cookies para melhorar sua experiência de navegação no portal. Ao utilizar o Portal Médico, você concorda com a política de monitoramento de cookies. Para ter mais informações sobre como isso é feito, acesse Política de cookies. Se você concorda, clique em ACEITO.