O Conselho Regional de Medicina do Tocantins (CRM-TO) recorda à todos, sociedade, poderes e imprensa que a entidade vem atuando e informando os gestores da gravidade da saúde, desde o início da crise, com a demissão sem planejamento dos profissionais médicos.

O CRM-TO reforça também a importância e necessidade de se instituir o diretor técnico em todos os hospitais públicos, exigência legal que não vem sendo cumprida pela Sesau-TO na maioria dos hospitais do Estado. Esse profissional além de ajudar a planejar a gestão hospitalar, organiza equipes e contribui para minimizar problemas.

O Conselho ressalta ainda que vem fiscalizando e documentando todos os hospitais públicos do Tocantins, recentemente a entidade visitou Augustinópolis e Araguaína onde foi detectado a falta de estrutura, medicamentos, insumos essenciais, escalas comprometidas. A entidade acredita que essa realidade está generalizada, e que isso coloca em risco a vida de muitos pacientes, ou seja, de toda a população

Aviso de Privacidade
Nós usamos cookies para melhorar sua experiência de navegação no portal. Ao utilizar o Portal Médico, você concorda com a política de monitoramento de cookies. Para ter mais informações sobre como isso é feito, acesse Política de cookies. Se você concorda, clique em ACEITO.