O Conselho Regional de Medicina do Tocantins (CRM-TO) protocolou no final da tarde de sexta-feira (27/04), documento oficial de desinterdição do Hospital Geral de Palmas (HGP), após aprovada em reunião plenária. A decisão levou em consideração as mudanças realizadas pelo Hospital, para reverter graves problemas apontados em relatório de fiscalização elaborado pela entidade.

A interdição que foi expedida em outubro de 2017, orientava a desocupação da Tenda/Anexo e dos corredores do hospital, por entender que a prática adotada era desumana, feria os direitos do pacientes que ficavam expostos, além os protocolos éticos do exercício da medicina.

O CRM-TO ao perceber que as providencias de melhorias foram tomadas, como: a desinstalação da tenda e a criação da unidade de tomada de decisão, local destinado a pacientes estáveis, que na sua maioria ficavam amontoados nos corredores do hospital, sem climatização e atendimentos necessários, protocolou comunicado de desinterdição.

Aviso de Privacidade
Nós usamos cookies para melhorar sua experiência de navegação no portal. Ao utilizar o Portal Médico, você concorda com a política de monitoramento de cookies. Para ter mais informações sobre como isso é feito, acesse Política de cookies. Se você concorda, clique em ACEITO.