O Conselho Regional de Medicina do Tocantins (CRM-TO) realizará Fórum nos dias 31/05 e 01/06, na sede do Conselho em Palmas, para discutir temas relevantes como: História da Medicina no Tocantins, Gerência Ética dos Leitos de UTI e Publicidade Médica”.  O evento reunirá profissionais da medicina de todo o estado, autoridades, estudantes e será aberto ao público. As inscrições para participar das mesas de debates do Fórum dos 30 anos podem ser feitas no site do CRM-TO. clique aqui  

Na noite de abertura do Fórum serão homenageados cinco médicos com diploma de médito em categorias distintas: público, humanitário, pioneirismo, científico e cultural.

Papel

O Conselho Regional de Medicina, CRM-TO, é um órgão que possui atribuições constitucionais de fiscalização e normatização da prática médica. Foi criado em maio de 1989, sua competência inicial reduzia-se ao registro profissional do médico e à aplicação de sanções do Código de Ética Médica. Com o objetivo de acompanhar as transformações sociais, nos últimos anos o foco da instituição ampliou sua atuação, extrapolando a aplicação do Código de Ética Médica e a normatização da prática profissional. Atualmente, CRM-TO exerce um papel político importante para a sociedade, atuando na defesa da saúde da população, além dos interesses da classe médica.

História

CRM-TO foi o primeiro Conselho Profissional do Estado, iniciou suas atividades na então capital provisória Miracema do Tocantins em uma pequena sala cedida pelo odontólogo Dianaru Barros.

O Tocantins, na época recém criado, contava com uma média de 160 médicos atuando, e foram esses profissionais que deram início ao primeiro livro de registro do Conselho.

A abertura do livro e as primeiras inscrições datam de 22 de maio de 1989, marco dos primeiros registros médicos no Tocantins. Compuseram a primeira diretoria da entidade, instituída provisoriamente, os médicos: Frederico Henrique de Melo (presidente), Pedro Figueiredo (1º secretário) e Francisco Francimar Gonçalves (Tesoureiro).

A primeira sede própria do CRM-TO foi instalada em Palmas no dia 17 de junho de 1992, construída com recursos do Conselho Federal de Medicina, na gestão do então presidente, Joel Carneiro.

A forte demanda do Estado, associada às transformações destes anos, fez com que a população médica saltasse de 160 para 5.264 médicos inscritos destes 2.957 estão ativos.

Programação

programacao 30 anos

 

 

Aviso de Privacidade
Nós usamos cookies para melhorar sua experiência de navegação no portal. Ao utilizar o Portal Médico, você concorda com a política de monitoramento de cookies. Para ter mais informações sobre como isso é feito, acesse Política de cookies. Se você concorda, clique em ACEITO.